14/07/2013 | 9h54m

Serra catarinense

Vistoria para identificar as causas do incêndio em hotel de Lages será realizada na segunda-feira

Na manhã do domingo houve um princípio de incêndio no local, mas os bombeiros controlaram

Vistoria no hotel deve ser realizada nesta segunda-feira

Vistoria no hotel deve ser realizada nesta segunda-feiraPablo Gomes / Agência RBS

A vistoria que irá identificar as causas do incêndio no Map Hotel, por volta das 22h30min do sábado, dia 13, em Lages, deverá ser realizada pelo Corpo de Bombeiros e Defesa Civil somente na segunda-feira, dia 15. Na manhã deste domingo houve registro de um princípio de incêndio no local do rescaldo, mas os bombeiros foram chamados e fizeram o controle do incêndio. O hotel ficará interditado até a realização da vistoria. Ninguém ficou ferido no incidente.

O incêndio no hotel, que fica no Centro da cidade, teria iniciado em um depósito de louças, lençóis e papéis, que fica no andar térreo. Próximo ao local do incêndio estava a central de gás do estabelecimento e para que não houvesse o risco de explosão, a equipe de 20 bombeiros se dividiu. Uma parte cuidou do resfriamento da central, enquanto outros combatiam o fogo.


Incêndio teria iniciado em um depósito no andar térreo
Foto: Pablo Gomes/Agência RBS

Segundo o tenente Ivonilson Varela Duarte, o incêndio era o confinado (sem chamas aparentes) e foi necessário que a situação fosse combatida de dentro do prédio, com equipamentos específicos e tubos de oxigênio.

 O engenheiro agrônomo Fernando Dandolini, 36 anos, foi avisado sobre o incêndio por uma amiga que estava no hotel. Dandolini, que é de Laguna, estava em Lages para participar do 18º Motoneve, encontro de motociclistas realizado no Parque de Exposições Conta Dinheiro, mesmo local onde é realizada a Festa do Pinhão. Assim que ficou sabendo do incidente, ele e outros amigos voltaram para o hotel, que fica há quatro quilômetros do Parque.

Ele conseguiu retirar a moto que estava na garagem, mas os pertences, como mala e capacete ficaram no quarto.

Por volta das 1h30min, os cerca de 150 hóspedes que estavam nos 75 quartos do hotel puderam retornar aos quartos para retirar os pertences.

Carros da Secretaria de Saúde de Lages e um ônibus da prefeitura conduziram os hóspedes para hotéis e motéis de Lages, para a residência das irmãs franciscanas e para um hotel de Correia Pinto, que fica a 25 quilômetros de Lages. Todo o custo será pago pela direção do Map Hotel.