31/10/2013 | 0h29m

Negócio fechado

Príncipe saudita anuncia investimentos em Santa Catarina

Em rápida passagem pelo Estado, Kahled Bin Al Waleed confirma sede brasileira de holding em Florianópolis

Príncipe saudita visita Florianópolis e anuncia investimentos no Estado

Príncipe saudita visita Florianópolis e anuncia investimentos no Estadopríncipe / Agencia RBS

Florianópolis será a sede brasileira da holding KBW, afirmou nesta quarta-feira (30) o deputado estadual Renato Hinnig, que participou das reuniões com a comitiva do príncipe Kahled Bin Al Waleed, membro da família real da Arábia Saudita.

Além do escritório na Capital, o empresário árabe pretende instalar uma fábrica de gruas no Estado, dessa vez em município próximo a um terminal portuário. A intenção é conhecer outras regiões de SC na próxima visita para identificar as oportunidades de negócio.

— Abertura do escritório em SC será imediata — afirmou Hinnig após uma reunião a portas fechadas na Assembleia Legislativa (Alesc) entre a equipe que acompanhou o príncipe e representantes de instituições catarinenses.

Durante o encontro com o presidente da Alesc, Joares Ponticelli, Kahled comentou que tem interesse em parcerias público-privadas e em negócios na área da construção civil. Também não descartou a possibilidade de investir no turismo, já que o segmento é representativo para a economia do Estado. Caso construa uma fábrica de gruas na região, a exemplo da que instalou no Ceará, a holding precisará de um terreno de 10 mil metros quadrados.

Horas antes da reunião na Assembleia, o governo do Estado apresentou à comitiva um relatório sobre o panorama do mercado bilateral entre Santa Catarina e Arábia Saudita, fornecido pela Federação das Indústrias do Estado (Fiesc). Assim que os executivos da holding entregarem um plano de investimento em Santa Catarina, poderá ser discutido um pacote de benefícios do governo estadual à companhia, semelhante ao que ocorreu com a BMW.

O empresário Fabrizio Ferreira, sócio da BRPar Venture Partners, será o executivo da holding no Brasil.

Tradicionalmente, as áreas de maior investimento da KBW são infraestrutura, mineração, construção, logística de óleo e gás. A negociação mais recente no país é sobre aplicações no complexo portuário Petrocity, no Espírito Santo.

Durante as 24 horas que permaneceu na Ilha, o príncipe foi acompanhado pela diretoria e pelo diretor-executivo de sua holding e cumpriu a agenda de reuniões institucionais e ainda visitou o Sapiens Parque.

Espaço na agenda para visitar praias

A agenda lotada de reuniões com autoridades catarinenses não impediu o príncipe Khaled Bin Al Waleed de visitar nesta quarta-feira (30) algumas praias do Norte da Ilha de Santa Catarina. Apesar de observar o mar dentro de uma Hyundai Tucson preta, o membro da família real da Arábia Saudita não abriu mão da água de coco.

As primeiras horas de Khaled na Ilha começaram na terça-feira. Depois de pousar no Aeroporto Internacional Hercílio Luz com jatinho particular, às 17h30min, ele se hospedou no Majestic Palace Hotel e jantou no Kanpai, restaurante de cozinha oriental no Morro da Lagoa. Vegetariano, preferiu shitake na manteiga, yaksoba, risoto de legumes e ficou na água. Segundo a subgerente do local, Vitória Carreiras, havia cinco seguranças e mais cinco acompanhantes.

Na quarta-feira, o dia foi mais corrido. Na parte da manhã, depois de reunião com o governador Raimundo Colombo e visita ao Sapiens Parque, o príncipe conheceu Jurerê, Santo Antônio de Lisboa e Cacupé. Segundo o deputado Renato Hinnig, Khaled ficou encantado com a cidade e adiantou que volta em breve e que tem interesse em investir no turismo.

— É uma pessoa muito tranquila e bem simples — conta.

A visita ilustre no horário do almoço fez com que o Jurerê Beach Village preparasse um prato diferente. Segundo a maître do restaurante, Ângela Anjos, foram servidos dois pratos: bifum com cogumelos orientais e cuscuz marroquino com legumes. As refeições foram para 15 pessoas e custaram cerca de R$ 2 mil.

Após reuniões à tarde, o príncipe embarcou para São Paulo para cuidar de assuntos pessoais e voltará para a Árabia Saudita nesta quinta-feira.